MPB

segunda-feira, 23 de novembro de 2015

Simplesmente RABERUAN...


A vida é uma coisa louca.
Depois de passar anos e anos nessa vida , hoje, percebo a importância de pessoas que foram fundamentais para minha existência e insistência, conheci o MPA por volta de 1979, um grupo de artistas locais que resistiam com sua arte a vários quilômetros de distancia do centro , o dito e tido centro de culturas alternativas, e cá, no fundão da ZL estourava um  grande caldeirão cultural, que juntava, o xote, baião, rock progressivo, poetas , contadores, atores, artistas plásticos, e eu, como sempre iluminado, caio na graça de ter dois grandes amigos Sacha & Raberuan , chão que cultivo, e que só me traz frutos bons...