MPB

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Algo estranho no ar. Infelizmente a algo estranho no ar.


Algo estranho no ar.

Nelson Canesin - 13/02/2014


Desde o início das manifestações de junho do ano passado tenho o pé atrás. Não acredito em “movimentos espontâneos”. Para quem lutou contra a ditadura e está acostumado com movimento organizado, essa história de classe média ocupar as ruas, sem bandeiras, sem partido, sem ideologia e sem direção não existe.
Quando a Globo – de um dia para o outro - passou a defender as manifestações e deixou até de transmitir novela para acompanhar as passeatas, desconfiei de imediato, afinal, essa empresa que se transformou em império graças ao apoio a ditadura não mudaria de opinião em relação ao MPL da noite para o dia.

As coisas mudaram. A CIA mudou sua estratégia, não interessa mais golpes militares ou invasões. É desgastante, caro e produz heróis para a resistência, exemplo disso são os países governados por quem foi vítima da ditadura, como Dilma, Bachelet, Mujica e tantos outros.
A estratégia hoje é outra, é usar a velha mídia para fomentar e incentivar manifestações, utilizando as redes sociais como elemento disseminador de suas orientações e trazer para as ruas jovens sem qualquer ideologia, despolitizados e facilmente manipuláveis. Black Blocs, direita organizada, grupos fascistas e neonazistas, além de partidos esquerdistas formam o caldo ideológico e antagônico das manifestações.
Desde o início de 2014, o PIG (Partido da Imprensa Golpista) passou a apoiar e divulgar ardorosamente essas manifestações, querendo o mesmo resultado do ano passado, que provocou a queda da popularidade Dilma. “Não vai ter Copa” e outras palavras de ordem se resumem na disputa eleitoral de 2014, seus mentores intelectuais sabem disso, boa parte dos manifestantes não. 
Nos últimos dias me incomodava muito ver o site das Veja, Folha e outros ”piguentos” detonarem as manifestações a partir da morte de Santiago de Andrade. Estranhei o PIG ter uma posição como a minha e fiquei matutando cá com meus botões, “quando concordo com a Veja, Folha, Globo e similares, algo muito estranho está acontecendo”. Devo estar errado! Pior ainda quando vi a rede progressista reproduzindo coisas do PIG. O PSTU e o PSOL passaram a ser a bola da vez e não mais o PT.
No entanto, conversando com pessoas simples, trabalhadores, que não passam o dia debatendo nas redes sociais, que se informam pela velha mídia, e em especial, pelo Jornal Nacional, minha ficha começou a cair.
Para esse público, passeatas com bandeiras (principalmente as vermelhas) é coisa do PT. Partido de esquerda? É o PT. O PSTU e o PSOL não existem no imaginário popular (basta ver o número de parlamentares deles). Essas siglas são conhecidas apenas entre os estudantes universitários que no futuro vão administrar as empresas de seus pais, mas são totalmente desconhecidos pelo povão.
Daí o “xis” da questão. O PIG incentivou as manifestações até o surgimento do primeiro cadáver. Agora, que eles tem o cadáver, criticam as manifestações, pedem rigidez e punição aos responsáveis, para tentar mais uma vez carimbar o PT como responsável, porque – insisto – para o povão, PSTU e PSOL é tudo PT. Não tem distinção.
O objetivo do PIG não é mais influenciar a classe média que conhece as siglas partidárias e que passa o dia debatendo nas redes sociais, a estratégia agora é outra. O objetivo do PIG, é influenciar o eleitorado cativo do PT, que nunca se deixou influenciar por AP 470, mensaleiros e coisas do tipo, mas que não aceita manifestações violentas como as que tem acontecido e é no colo do PT que querem jogar mais essa bomba.
Basta ver no que aconteceu no Egito (ditadura depois das manifestações), na Líbia (caos e prisões cheias de presos sem acusação), Síria e Ucrania em guerra civil, Espanha com governo de direita (e franquista); Venezuela, com manifestações semelhantes ao que ocorre aqui.
No Brasil ainda temos um agravante, além do PIG e da direita organizada (além dos esquerdistas), o judiciário é peça fundamental dos golpistas.

 É melhor a gente se preparar. O golpe está anunciado. Veja a declaração Nicolas Maduro sobre as manifestações que estão acontecendo na Venezuela e que já vinha acontecendo quando Chávez era presidente. Veja esse vídeo...


Estratégias, Manipulações, Organizações, Revolução e Negócios Fiquem atentos! Despertem! Saia da Matrix!



segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

Cinegrafista atingido por rojão em manifestação no Rio tem morte cerebral.


A poucas semanas atrás uma familia simples dentro de uma  das suas maiores conquistas (um fusquinha),  quase foi dissimada por supostos "ativistas mascarados", vandalos e  imbecis" que atearam um colchão em chamas em baixo do veiculo, mas graças ao bom Deus, nada de grave aconteceu, a não ser a perda do bem material e que também ,felizmente um grupo de pessoas do bem se solidarizou com a familia e por meio de uma vaquinha, devolveu um pouco da dignidade que ela havia perdido nesse momento.
Mas e agora "pessoas do bem, e agora?
Um profissional morto, uma esposa sem seu marido, filhos sem o seu pai... Para sempre.
Talvez fosse um bom momento do Gigante acordar e ir para as ruas com bandeiras (sim BANDEIRAS), apitos e palavras de ordem dizendo que não queremos vandalos e imbecis em nossas manifestações ,seja ela qual for e pelo o que for , e que a vida perdida do trabalhador  "SANTIAGO ANDRADE" não foi em vão.
Imaginem voces , meros mortais, como estaria as ruas hoje se aquele garoto tivesse perdido a vida quando foi  baleado  em confronto com nossa Policia Militar despreparada.
É preciso entender a quem realmente interessa a "Teoria do Caos".
Frase estampada na camisa de um black blocks "Tudo o que é desordem, revolta e caos me interessa; e particularmente as atividades que parecem não ter nenhum sentido."

Blog do Casé



Cinegrafista atingido por rojão em manifestação no Rio tem morte cerebral