MPB

segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

A noite continua e Bob Dylan questiona na rádio quantos caminhos um homem deve andar para ser aceito como um homem.

Quando tocou o telefone no fim do dia li a mensagem que se abria, e por coincidência chegou a noite. Era Karla, a doutora que recebe e assiste muitos imigrantes e refugiados no centro da cidade:karla-portes
Doutora se foi e deixou mensagem. Mera coincidência, a noite continua e Bob Dylan questiona na rádio quantos caminhos um homem deve andar para ser aceito como um homem.


Na noite solidão, um eco. Jornalistas Livreskp2